Região
16/06/2017 09:55 (atualizado em 16/06/2017 10:00)

Municípios da Ameosc estimam R$ 40 milhões de perdas na agricultura Dados foram apresentados em reunião do colegiado dos secretários de Agricultura da Ameosc na terça-feira

Região
R$
O excesso de chuvas trouxe grandes prejuízos para a agricultura do estado nos últimos dias. A umidade trouxe dificuldades e impediu os produtores de fazer a colheita, com grãos brotando ainda na lavoura. Na terça-feira, dia 13, o colegiado de secretários de Agricultura da Associação de Municípios do Extremo-oeste de Santa Catarina (Ameosc) se reuniu para contabilizar as perdas nos 19 municípios que compõem a Associação.
Segundo o coordenador do Colegiado, secretário de Agricultura de São Miguel do Oeste, Renato Romancini, na ocasião cada município expôs as perdas que teve nas culturas de milho, feijão, soja e no setor leiteiro. Somadas, as perdas dos 19 municípios nos quatro segmentos são estimadas em aproximadamente R$ 40 milhões. O município que acusou maior número de perdas foi Santa Helena, que estima prejuízos de R$ 6.798.840,00. 
Segundo os dados apresentados, outro município que contabilizou grandes perdas foi Iporã do Oeste, que teve prejuízo estimado de R$ 4.885.500,00 nas culturas de milho, feijão e fumo. O município não informou as perdas com o setor leiteiro. Segundo Romancini, outros municípios também não informaram todos os dados, o que faz acreditar que os prejuízos superem os R$ 40 milhões.
Conforme o coordenador, os dados são importantes para se ter uma noção de quanto a região perde em recursos que poderiam fomentar a economia regional. O cálculo de perdas foi feito sobre a percentagem informada de cada município e preço médio dos produtos agropecuários de maio de 2017, segundo o Centro de Socieconomia e Planejamento Agrícola (Cepa), ligado à Epagri.

Galeria de fotos

Leia também...