São Miguel do Oeste
14/06/2017 15:06 (atualizado em 31/12/1969 21:00)

Processo Seletivo contrata profissionais para o CASEP As inscrições devem ser feitas até às 17 horas do dia 30 de junho

São Miguel do Oeste

O CASEP (Centro de Atendimento Socioeducativo Provisório) de São Miguel do Oeste está prestes a se tornar realidade. Já estão abertas as inscrições para o Processo Seletivo Simplificado de Contratação de Pessoal. O certame é organizado pelo DEASE (Departamento de Administração Socioeducativa), órgão diretamente ligado à Secretaria de Estado da Justiça e Cidadania de Santa Catarina.

São 33 vagas, sendo três de nível médio (instrutor agrícola e técnico em atividades administrativas), e 30 de nível superior (agente de segurança socioeducativo - feminino e masculino, assistente social, pedagogo e psicólogo). Os vencimentos básicos variam entre R$ 2.605,09 e R$ 3.746,93, mais auxílio-alimentação e gratificações. As inscrições devem ser feitas até às 17 horas do dia 30 de junho, gratuitamente, pelo sitewww.sjc.sc.gov.br, no link do processo seletivo.

EXEMPLO

A ativação do CASEP de São Miguel do Oeste servirá como exemplo a todo o País. Isso devido ao sistema de parcerias que está resultando em sua viabilização. Há alguns dias, o andamento do projeto foi discutido no gabinete do prefeito, Wilson Trevisan, com a presença do diretor do DEASE, Zeno Augusto Tressoldi; gerente do CASE e CASEP de Chapecó, Valdir Zenatti; assessor de TI da Secretaria de Justiça e Cidadania, Douglas José Souza; e o gerente do CASE da Grande Florianópolis, Sérgio Mansanari.

O CASEP funcionará no local onde antigamente estava instalada a Casa Lar, na linha Três Curvas. A Administração Municipal está intermediando os trabalhos de reforma, que devem ser concluídos até o final do mês de julho e, posteriormente, repassará o imóvel para a Secretaria de Estado da Justiça e Cidadania, que será a responsável pela administração da unidade. O Poder Judiciário, Ministério Público Estadual, Fiesc, Senai, Exército, Lions Clube, Rotary, Acismo, Sinduscon e empresários locais, também têm participação no projeto. Os materiais para reformar o local foram custeados pelo Poder Judiciário, e a mão de obra ficou por conta do Exército e de apenados, que foram capacitados pelo Senai.

FUNÇÃO SOCIAL

O CASEP de São Miguel do Oeste deve resolver um importante gargalo social e de segurança pública. Atualmente, o número de vagas para no sistema catarinense para o cumprimento de medidas socioeducativas a menores infratores, é bastante limitado. Adolescentes chegam a ser colocados de volta às ruas depois do cometimento atos infracionais, por falta de um local adequado para serem encaminhados. O CASEP de São Miguel do Oeste deve dispor de 15 vagas.

OPORTUNIDADE E SEGURANÇA

Para o prefeito, Wilson Trevisan, a colocação em funcionamento da unidade, representa uma grande conquista para toda a comunidade de São Miguel do Oeste e região. “É isso que acontece quando as pessoas trabalham juntas, colaborando umas com as outras e pensando em um bem maior. Vamos proporcionar maior segurança à população, e oferecer a oportunidade a adolescentes infratores, de dar um rumo diferente às suas vidas”, analisa.

Galeria de fotos

Leia também...